sábado, 23 de novembro de 2013

Aluno de 14 anos que "brincava" de gerenciar casa de prostituição ameaça matar professor

Um adolescente de 14 anos ameaçou matar um professor de história em Divinópolis, na região central de Minas. Durante a aula, dois jovens da 7ª série da Escola Estadual Santo Tomaz de Aquino teriam feito diversas propostas sexuais a uma colega.
O professor, que teve a aula interrompida diversas vezes, tomou um papel do aluno C.G.F. e se surpreendeu com o conteúdo. O jovem "brincava" de administrar uma casa de prostituição, e anotava valores de programas sexuais e orgias de acordo com o tipo físico da mulher. O jovem ainda apontou o indicador para o professor e ameaçou matá-lo.
Segundo a delegada Maria Goretti Rios, será aberto um procedimento de apuração de ato infracional.
— Não caberia um flagrante, mas é um caso passível de investigação mais aprofundada. Vamos ouvir os alunos, o professor e o diretor da escola. Eles podem responder por ato análogo a ameaça, desacato e perturbação do trabalho. Sobre a proposta sexual, é um caso para analisar, mas parece que não houve crime.
Fonte: R7.com